Entrevista com Slayer: Metallica pode fazer melhor


A Revista semanal inglesa KERRANG!, em sua edição 1237, de novembro passado, intermediou perguntas entre os fãs e leitores da revista com TOM ARAYA e KERRY KING, baixista/ vocalista e guitarrista, respectivamente, do SLAYER. Os fãs tiveram liberdade total para elaborar o conteúdo das perguntas, e as questões foram escolhidas via sorteio. O que segue é a tradução da matéria na íntegra.

Há algo estranhamente normal nos dois homens presentemente ocupando um quarto dentro de um dos hotéis mais badalados do lado Oeste de Londres. Em apenas algumas horas, estes mesmo indivíduos irão apresentar-se num palco do Hammersmith Apollo em frente de 4 mil pessoas, mandando canções sobre tudo desde os perigos da guerra até as escuras entranhas da religião. Mas agora, enquanto eles bebem chá e assistem enormes telas de televisão adornando as paredes, esses dois homens de meia-idade quase que poderiam ser qualquer pessoa no mundo.

“Isso não é muito Metal, né?”, ri o frontman do Slayer Tom Araya, sentado sozinho num sofá próximo enquanto o guitarrista Kerry King gasta o piso. “Eu vou tentar parecer um pouco mais assustador na entrevista. Eu não iria querer que as pessoas pensassem que não há absolutamente nenhuma chance de eu assassina-las!”

Por um quarto de século, a dupla liderou uma das bandas de Metal mais controversas e amadas do mundo. Mas enquanto eles têm encarado e superado desafios que iriam descarrilar muitas bandas – de inúmeros protestos contra shows até o banimento do último disco “Christ Illusion” na Índia – hoje eles estão prontos para enfrentar sua tarefa mais difícil até hoje: responder questões de vocês.

“Eu aposto que há muitas questões sobre a merda que eu me envolvi ao longo dos anos, certo?” pergunta King com um sorriso cínico. “Pra ser honesto, eu ficaria meio que desapontado se não houvesse.”

Só há uma maneira de saber, cavalheiro…

https://i0.wp.com/i31.photobucket.com/albums/c386/cawseimablonde/TomArayaBW.jpgQUANDO VOCÊS COMEÇARAM, VOCÊS POR ALGUMA VEZ PENSARAM QUE APÓS TANTOS ANOS VOCÊS TERIAM SE TORNADO UMA DAS BANDAS MAIS ADORADAS DO MUNDO?

Kerry King: “Não exatamente. No começo a gente só queria passar de show em show, de disco pra disco e de turnê pra turnê. A gente tem lançado discos por 25 anos já, mas eu ainda não nos considero nem próximos do patamar de bandas com o BLACK SABBATH, Iron Maiden ou JUDAS PRIEST”.

Tom Araya: “Eu nunca nem achei que a gente chegaria a 25 anos. Tudo que eu sempre sonhei era lançar um compacto!”

O KERRY PLANEJA PARAR DE SE TATUAR UM DIA?

Kerry: “Ainda tenho muito espaço! Na verdade eu tenho minha própria cadeira de tatuagem em minha casa, então quando tatuadores amigos meus vão lá eu tento pensar em algo que eu gostaria que eles fizessem. Eu já estou planejando minha próxima, que vai ser o Anjo da Morte do filme Hellboy 2.”

KERRY, QUAL FOI A DA SUA TRETA COM ROB FLYNN (MACHINE HEAD)?

Kerry: “A gente caiu numa guerra verbal, e eu não sou de pedir arrego. Eu não sei o que eu disse pra ele se irritar, porque eu sempre considerei o MACHINE HEAD muito bem. A gente levou eles na primeira porra de turnê deles, pelo amor de Deus! Tá tudo bem agora, entretanto. Tão logo possamos alinhar nossas programações, tenho certeza que excursionaremos juntos de novo”.

TOM, DIZEM QUE VOCÊ É MEIO CHEGADO NUMA ERVA. VOCÊ FUMA TANTO QUANTO O KERRY BEBE?

Tom: “De jeito nenhum! Kerry bebe muito então se eu quisesse acompanhar ele no fumo eu não estaria fazendo essa entrevista agora, eu estaria dormindo em algum canto perdendo tudo quanto é compromisso que eu tenho!”

É VERDADE QUE DEPOIS DO PRÓXIMO DISCO O Slayer VAI PENDURAR AS CHUTEIRAS?https://i0.wp.com/img.mediaspanonline.com/5163/295085.jpg

Kerry: “Acho que não. Muitas pessoas podem presumir isso porque a gente não fez muita coisa no último ano, mas desde que começamos a nos apresentar de novo, eu tô curtindo muito. Estamos planejando lançar um disco em 2009, e eu posso facilmente nos ver lançando um ou dois depois disso”.

Tom: “Nós sempre fomos uma banda que vive dia após dia, e eu acho que vamos continuar até que alguém diga que eles não curtem mais isso”.

EU SOU UM FÃ DO DVD AO VIVO ONDE LITERALMENTE CHOVE SANGUE DURANTE O BIS. QUAL O GOSTO DE SANGUE FALSO?

Kerry: “Xarope de milho! È basicamente isso. Sinto muito, mas não é lá grande coisa!”

Tom: “A parte triste é que mesmo que quiséssemos fazer isso de novo, nós não conseguiríamos. Nosso antigo lugar de ensaio foi arrombado alguns anos atrás e eles roubaram tudo, inclusive o mecanismo de chuva”.

Para continuar lendo clique aqui.

Via Whiplash

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s