Rumor: EA fecha as portas no Brasil

Image representing Electronic Arts as depicted...
Imagem via CrunchBase

Acaba de estourar na “Twittosfera” de especialistas brasileiros uma notícia que muito nos aborrece e desanima. Embora ainda não haja nada oficial, parece estar certo pelo grande número de pessoas comentando – com fonte de pessoas que trabalham lá – que a Electronic Arts decidiu fechar seu escritório no Brasil, fundado há cerca de 12 anos na cidade de São Paulo.

Seguindo os rumores, todos os funcionários foram notificados hoje sobre o fechamento do escritório e estão prévio para o mês de outubro. Tudo indica que apenas o chefão John Harrys deve continuar no Brasil, mas apenas como um representante da empresa, que deve também dar prosseguimento aos lançamentos de seus games no país, mas através de outras distribuidoras e não atuando definitivamente como uma publisher como acontecia até aqui.

Os reflexos para os gamers nacionais podem ser grandes: desde aumento de preço em especial entre os games de PC que eram produzidos aqui e não importados, como mais tempo para ver os games chegando nas lojas e até mesmo a falta da localização para o português em séries como FIFA e The Sims, apenas para destacar alguns dos trabalhos mantidos pelo escritório da EA no Brasil.

Para quem acompanhava o mercado há tanto tempo como nós, não é de se assustar com a notícia já que a EA vinha gradativamente diminuindo sua participação no país, deixando de realizar eventos de lançamentos e apoios como acontecia frequentemente até uns 3 anos atrás. Ainda assim, não podemos deixar de lamentar esta decisão, que certamente ajuda a deixar o mercado brasileiro ainda mais afastado do foco mundial. Esperem por mais novidades e um possível anúncio oficial em breve…

Mais uma grande perda para nosso mercado, quando será que nosso governo irá abaixar a taxação e deixar essa indústria ir para frente por aqui?

Via GamesBraisl

Junho vai ser mostro para os games

Lançamentos para o Mês de Junho de 2009

TITLE: The Sims 3
GENRE: Simulator
PLATFORM: PC
RELEASE: 02/06/2009
DEVELOPER: EA Games
US PUBLISHER: Electronic Arts
UK PUBLISHER: Electronic Arts
NORDIC PUBLISHER: Electronic Arts
ONLINE PLAY: No

TITLE: Street Fighter IV
GENRE:Fighting
PLATFORM: PC
RELEASE: 02/06/2009
DEVELOPER: Capcom
US PUBLISHER: Capcom
UK PUBLISHER: Capcom
NORDIC PUBLISHER: Capcom
ONLINE PLAY: yes

TITLE: Bionic Commando
GENRE: Action
PLATFORM: PC
RELEASE: 02/06/2009
DEVELOPER: Grin
US PUBLISHER: Capcom
UK PUBLISHER: Capcom
NORDIC PUBLISHER: Capcom
ONLINE PLAY: Yes

TITLE: Batman: Arkham Asylum
GENRE: Action
PLATFORM: PC
RELEASE: 09/06/2009
DEVELOPER: Rocksteady Studios
US PUBLISHER: Eidos Interactive
UK PUBLISHER: Eidos Interactive
NORDIC PUBLISHER: Eidos Interactive
ONLINE PLAY: Yes

TITLE: Jumpgate Evolution
GENRE: MMORPG
PLATFORM: PC
RELEASE: 16/06/2009
DEVELOPER: Netdevil
US PUBLISHER: Codemasters
UK PUBLISHER: Codemasters
NORDIC PUBLISHER: Codemasters
ONLINE PLAY: Yes

TITLE: Spore: Galactic Adventures
GENRE: Simulator
PLATFORM: PC
RELEASE: 23/06/2009
DEVELOPER: Maxis
US PUBLISHER: Electronic Arts
UK PUBLISHER: Electronic Arts
NORDIC PUBLISHER: Electronic Arts
ONLINE PLAY: TBA

Outros:

Storm of War: Battle of Britain – MMORPG – 01/06/2009
Champions Online – Simulation – 02/06/2009
Majesty 2: The Fantasy Kingdom Sim – Strategy – 09/06/2009
Transformers: Revenge of the Fallen – Action – 15/06/2009
Strategy 3 Pack(Great War Nations: The Spartans,Seven Kingdoms Conquest and Golden Horde) – Strategy – 16/06/2009
Ghostbusters – Action – 16/06/2009

Via Gamesbrasil/Uol

Gibson perde processo contra Activision por controles de Guitar Hero

https://i2.wp.com/cdn.overstock.com/images/products/P11215001.jpg

Após a decisão da Corte Central da Califórnia, a fabricante de instrumentos musicais Gibson perdeu um processo aberto contra a Activision. Segundo o processo original, a produtora de “Guitar Hero” infringiu uma patente existente há 9 anos relacionada a uma tecnologia que permitisse a simulação de uma apresentação musical. Ironicamente, a companhia recebeu para apresentar sua marca no game e nos controles em forma de guitarra, réplicas de modelos existentes.

No entanto, a decisão do juiz foi categórica: “os controles de Guitar Hero são brinquedos que representam outros itens”. A patente da Gibson inclui elementos ausentes nos controles, como a reprodução direta de sons análogos, a execução de notas através de MIDI e afins – enfim, funcionar como um instrumento musical de verdade. Isto fez com que a decisão do juiz fosse a favor da Activision.

Vale notar que a Gibson abriu o mesmo processo contra a Electronic Arts, MTV Games e Harmonix – os produtores de “Rock Band”, outro game musical de sucesso que usa controles que simulam instrumentos musicais.

Via FinalBoss

Videogame brasileiro chega ao mercado

O Brasil vai entrar na briga pelo mercado mundial dos videogames em breve. De acordo com Kirk Johnson, representante da Qualcomm e vice-presidente da Zeebo Inc. para parcerias estratégicas, o console fabricado em parceira pela companhia americana e pela brasileira Tectoy deve chegar às lojas já em março. O lançamento, no entanto, será feito apenas para teste de mercado, em região do país ainda a ser definida.

Até junho, no entanto, o aparelho deve ser disponibilizado para todo o país. De acordo com Johnson, o videogame deve entrar na briga com os aparelhos mais caros, como o Xbox 360, da Microsoft, o PlayStation 3, da Sony, e o Wii, da Nintendo, em países emergentes, como Brasil, Rússia e Índia. “Vamos entrar como uma opção para o consumidor que está acostumado a consumir produtos piratas, já que cada jogo deve custar entre US$ 5 e US$ 15, e será baixado diretamente da internet, sem a necessidade de se locomover até uma loja física”, afirmou Johnson ao G1 em Barcelona, onde a Qualcomm participa do Mobile World Congress 2009.

https://i0.wp.com/g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/foto/0,,18060958-FMM,00.jpg

O Zeebo será fabricado em Manaus, tem previsão de preço de R$ 599 e virá acompanhado de um controle e seis jogos na memória: “Fifa”, “Brain challenge”, Super action hero”, “Prey evil”, “Need for speed” e “Quake”. A tecnologia que permitirá que os jogos sejam baixados da rede foi desenvolvida pela Qualcomm. O Zeebo conecta-se via 3G a uma rede própria, a Zeebonet 3G. Nos locais onde o sinal não estiver disponível, o console pode conectar-se ao sistema EDGE (das redes de celular comuns). Uma vez ligado à rede, o jogador poderá comprar créditos pré-pagos para baixar os jogos. Em novembro de 2008, a Tectoy afirmou que os créditos para aquisição dos jogos poderão ser adquiridos via boleto bancário, cartáo de crédito, de débito ou mesmo por cartões vendidos em lojas.

Catálogo de jogos A previsão da Tectoy é que até março de 2009 existam 19 jogos no catálogo do Zeebo, número que pode chegar a 51 até dezembro. Produtoras como Electronic Arts, Namco, Capcom, Activision, Sega e id estão na lista de parceiros na produção de jogos para o videogame. Assim como o Wii, da Nintendo, o controle do Zeebo é dotado de sensores de movimento, que devem ser utilizados para controlar algumas funções dos jogos disponibilizados para download. Na demonstração do game “Fifa”, em Barcelona, as funções não estavam disponíveis para este uso, no entanto. Mas, de acordo com Johson, isso fará parte de outros games vendidos já à época do lançamento do videogame. “O Brasil é um mercado muito interessante, onde há muitos jovens interessados em jogar, mas sem renda disponível para gastar em equipamentos e jogos caros”, afirma o executivo.

Segundo ele, a parceria com uma empresa brasileira como a Tectoy foi essencial para a criação de um videogame de baixo custo. “Vamos começar no Brasil. De lá, vamos para a América Latina e para a Rússia”. Não está descartada, no entanto, a chegada do Zeebo a mercados mais competitivos, como Estados Unidos e Europa. “Se o aparelho for bem aceito, não há motivos para limitar sua venda”. Sony, Microsoft e Nintendo já vendem games mais simples para os jogadores chamados de “casuais” por meio de downloads. No entanto, para ter acesso a esses jogos, é necessário comprar aparelhos mais caros que o Zeebo, que será vendido a cerca de US$ 200, sem subsidios, em qualquer país, afirma Johnson.

Achei animal essa atitude de lançar um VDG brazuca. Mas 599 reais é palhaçada né? Um play 2 custa 499, e tem muito mais games e com gráficos muito mais legais. Devia custar uns 299 reais.

Via G1/Globo

Mais detalhes do Dead Space para o Wii

A Electronic Arts revelou através de um release oficial novas informações sobre Dead Space: Extraction, versão par ao Nintendo Wii de seu survival horror lançado originalmente no Xbox 360, PlayStation 3 e PC. Diferente do que muitos imaginavam, a versão para o Wii será na verdade um prequel, ou seja, contará a história do que aconteceu antes do título original.

Esta versão trará também uma perspectiva diferente, colocando o jogador na pele de um dos habitantes da nave atacada pelo mutante vírus alien, além de adotar uma visão em primeira pessoa o que promete deixar a ação ainda mais tensa. O título fará grande uso dos controles sensíveis ao movimento do Nintendo Wii permitindo que o jogador mire diretamente na tela usando o Wiimote como pointer. Entretanto, sua jogabilidade será um pouco limitada em relação à capacidade de exploração já que toda a ação será ”on-rails”, isto é, seguirá uma espécie de trilho assim como acontece com Resident Evil: Umbrella Chronicles, impedindo então que o jogador possa se mover livremente, seguindo sempre um caminho pré-determinado. Ainda assim os produtores prometem um título único onde vários destrancáveis e segredos estarão bem escondidos, sendo descobertos apenas pelos mais atentos e habilidosos jogadores.

Por último teremos novos personagens, armas inéditas, inimigos, puzzles além de um sistema de cooperativo multiplayer. Ainda não ficou confirmado se o cooperativo poderá ser feito através de partidas online. Dead Space: Extraction tem previsão de lançamento marcada para o fim deste ano e será exclusivo para o Nintendo Wii.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Via FinalBoss

Reblog this post [with Zemanta]

Jogo do G.I. Joe a caminho

gijoe.jpg

A Electronic Arts acaba de confirmar o desenvolvimento do game de G.I. Joe, inspirado na lendária franquia de bonequinhos de guerra da Hasbro que se tornou bastante famosa no Brasil a partir dos anos 80, que deve chegar no meio de 2009 para os consoles PS3, Xbox 360, Wii e PS2, além dos portáteis PSP e Nintendo DS. O game chega para acompanhar o lançamento do filme G.I. Joe: The Rise of Cobra da Paramount Pictures e Spyglass Entertainment que tem estreia mundial nos cinemas marcada para o dia 7 de agosto.

Voltado para fãs de todas as idades, o game de G.I. Joe promete recriar toda a atmosfera da série, continuando a história de onde o filme vai parar, trazendo 12 personagens cada qual com habilidades e armas únicas. O game vai possibilitar jogar em cooperativo ao formar times de duas pessoas, dividindo a mesma tela, para dar mais adrenalina no combate entre o bem e o mal contra a organização Cobra.

G.I. Joe tem sido um ícone de ação nos últimos 45 anos. A EA tem aproveitado todo o legado deixado pela saga G.I. Joe x Cobra para criar uma incrível experiência interativa inspirada pelo filme, gibis, séries animadas e iconografia que esperamos que venha a ressonar com os milhões de fãs“, disse Mark Blecher, Gerente-Geral de Jogos Digitais e Media da Hasbro.

Via GB

Reblog this post [with Zemanta]