Dave Mustaine do Megadeth agradece ao Metallica

Dave Mustaine, Zlin, Czech Republic, Mar 7 2008
Image via Wikipedia

Dave Mustaine emitiu uma carta aberta ao Metallica no que diz respeito a sua inclusão no Rock and Roll Hall Of Fame.

Falando no site oficial do Megadeth, Dave Mustaine disse: “Metallica, como sabem, foi selecionada para ser incluído no Rock and Roll Hall of Fame. Então, é com muito respeito que eu digo parabéns! ”
“Também tive a agradável surpresa de saber que me chamaram para a festa de pré-cerimônia da noite anterior e, em seguida, para a cerimônia real. Infelizmente, como todos sabem, vou estar na Europa em tour com Judas Priest e, por isso, ficarei impossibilitado de participar. No entanto, gostaria de dizer ao Lars (Ulrich) e James (Hetfield), estou muito orgulhoso de tudo o que vocês tem realizado. Vou continuar a rezar para melhor de vocês e suas famílias, como eu sempre tenho. ”
“Obrigado pelo convite e pensar de mim.”

Para quem não sabe Dave participou da formação inicial do Metallica e foi “expulso” da banda por beber muito e dificultar a vida da banda.

Via MetalHammer

Reblog this post [with Zemanta]

Halo Wars – Hands On

Recentemente a Microsoft liberou na LIVE, para um grupo seletíssimo de pessoas, um DEMO exclusivo do aguardado Halo Wars. Jogo que muitos já consideram ser capaz de fazer pelos RTS o que Halo fez para os FPS em consoles.

Os companheiros da XCGN.com conseguiram o demo (malditos) e postaram um excelente e detalhadíssimo hands-on do jogo. Assim como IGN, EGM, Gamespot e outros, Arthur Kotsoupulous ficou maravilhado com o “swan song” da Ensemble Studios(Criadora da franquia Age Of Empire). Leia o hands on que foi traduzido na íntegra pelo companheiro nandolq.

Com menos de um mês até que Halo Wars chegue as prateleiras de todo o mundo muitos estão esperando testar a Demo antes de considerar comprar o jogo. Normalmente qualquer coisa com “Halo” no nome deveria ser sinônimo de boas vendas, mas com Halo Wars existe uma certa cautela do público gamer.

Isso é porque Halo Wars não é um FPS (First Person Shooter/Tiro em 1º Pessoa) como os jogos Halo anteriores, é um RTS (Real Time Strategy/Estratégia em Tempo Real). Os jogadores conhecem a reputação do gênero RTS em consoles. Pouquissimos jogos funcionaram, menos ainda obteram sucesso.

Para continuar lendo clique aqui.

Via GameVicio

Hands On: Mirror’s Edge

https://i1.wp.com/cache.g4tv.com/images/blog/2008/10/07/633589684771563152.jpg

BONITO PARA CARAMBA! Mesmo que você não leia este texto já sabe o que esperar de Mirror’s Edge. Fiquei impressionado com o uso das cores no jogo e com a criação de um mundo bonito e com uma física perfeita. Para você ter uma noção de quanto esse jogo mantém sua atenção eu deixei o GTA IV de lado para terminar o ME. É viciante, a dinâmica do jogo é muito boa, e ter que encontrar novos caminhos para chegar no seu objetivo é realmente divertido.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-27-00-07-02-87.png

Um dos pontos fortes do game é a imersão no corpo da personagem. Sei, você entendeu o que eu quis dizer, mas você realmente acha que está no corpo da Faith. Não somente pelas mãos dela que acompanham os ritmos das corridas, ou o reflexo do cabelo no chão, mas também pela respiração dela. Jogue com fone e você se pegará respirando junto com ela em momentos de fuga, ou prendendo o ar no meio de um pulo. Por exemplo quando você da um pulo de um local muito alto, no momento da queda você deve precionar um botão para que a personagem realize uma rolagem e diminua o impacto, assim você não se machuca. E a rolagem é perfeita você realente acompanha o movimento como se estivesse em seu corpo, dando muito mais dinâmica ao jogo.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-26-23-35-20-45.png

Imersão no corpo de Faith, um dos fortes do game

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-26-23-45-53-60.png

Praticando uma rolagem

Não espera um FPS normal, você não vai usar armas futuristas e bazucas ultra modernas. Aqui tem 6 tipos de armas: pistola, 12, 3 metralhadoras e sniper. Mas não se preocupe, pois você não vai utilizá-las, isso porque o melhor para fazer quando há muitos inimigos é correr e utilizar suas habilidade malabaristas para sair da linha de tiro (parece o Neo né). O sistema de luta é legal e bem feito, outro fator que faz você sentir que está na pele da personagem. Vou tentar explicar, quando você chega perto de um inimigo ele tenta te atacar, quando a arma dele ficar vermelha e tem algumas frações de segundos para apertar o botão direito do mouse para conseguir contra-atacar. Se der certo começa uma pequena animação onde a Faith desarma o inimigo. As animações variam bastante. Mas mesmo que queria não conseguira usar muito as armas, pois elas não tem recarga e você não consegue escalar paredes e dar saltos homéricos segurando elas, ou seja, você tem que se livrar delas.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-26-23-44-40-68.png

Snipers tentando te matar, muita ação faz parte do jogo

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-26-23-53-51-48.png

Desarmando um inimigo

Bom o game traz diversos desafios, mas ele é fácil de jogar. Ao chegar perto de objetos que podem ser utilizados para manobras eles ficam vermelhos, daí é só usar a imaginação para conseguir chegar onde quiser do mapa. Fora que há um botão que você aperta e ela olha par aonde você deve ir, assim você não fica totalmente perdido.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-26-23-20-40-92.png

Não sabe onde ir? Procure algo em vermelho

Um ponto ruim do jogo é a história. Parece que o roteirista começou com uma idéia no meio mudou, depois desencanou de história para escrever outra e no final tentou voltar para a narrativa inicial. Sim é confuso, e pouco estimulante. Não é o tipo de jogo que você quer ver o que vai acontecer na história, joga mais pela diversão. Fora que o final é bem estranho (não vou contar relaxem). A parte boa é que dá para colocar o idioma em português, assim todos entenderão a história, mesmo ela sendo ruim. E o game é curto, em um dia você termina se quiser ser um viciado! Meu primo começou sábado à noite e terminou domingo de tare, sem parar hahahah. Tenta faze isso com Bioshock você morre antes de terminar.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/mirrorsedge-2009-01-27-00-05-05-64.png

Legendas em português

Bom fora o jogo normal, há uns extras como, por exemplo, uma corrida para que você chegue em um ponto do mapa. E o mais legal são as artes conceitos do jogo, mostrando os rascunhos que os produtores fizeram antes de chegar ao conceito final do jogo.

Bom é isso, se vocÊ tiver um tempo sobrando ME é um jogão que vale muito a pena investir. Os gráficos são de deixar babando e a jogabilidade garante a diversão. Uma pena a história ser tosca e a duração ser tão curta senão poderia ter levado um 10.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/02/faith.png

Hands On:GTA IV

Demorei a fazer o hans-on do GTA 4 por um motivo. Eu tive que me acalmar antes de começar. Mas porque você teve que se acalmar Rafael? Porque para um jogo que causou tanto estardalhaço e foi premiado tanto ele apresenta MUITAS falhas. O jogo parece ser beta. Quer um exemplo, você está no seu apê, tudo bem o FPS está a 60 e o jogo parece ser lindo. Você desce as escadas e pisa fora de casa, pronto o FPS foi a 30 e o jogo já começa a travar um pouco. Entre em um carro e comece a causar a ponto de ser perseguido por policiais, daí você já vai jogar dando várias travadas. Bugs de montão, os reflexos dos semáforos ficam zuados no chão das ruas, por exemplo.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/01/gtaiv-2009-01-07-02-37-10-45.jpg

Você deve estar se perguntando, mas o idiota não instalou os patchs de correção? – sim eu instalei. O idiota tem um computador zuado e quer apavorar – meu PC é Quad-core com 2 GB de RAM e um Geforce Ultra. Pode não ser o mais poderoso do mundo, mas eu rodo jogos como Mirror’s Edge, Prince of Pérsia e muitos outros no talo e não tem gargalo algum.

Se fosse um jogo normal eu teria desinstalado na hora, mas apesar de tudo isso o jogo é divertido para caralho! A imersão no mundo de GTA é sensacional. Você realmente acredita que está vivendo em outra cidade. Poucos detalhes que faltavam nos outros games da franquia foram melhorados e fizeram muita diferença. Não vou listar todos, mas, por exemplo, se você bate no carro de uma pessoa ela desce do carro para tirar satisfação. Essas pequenas melhorias vão incrementando a jogabilidade do jogo.

O sistema de combate é um item a parte. Simplesmente animal. Eu lembro que nos GTAs anteriores era meio difícil sai no tiro com gangues e policiais, porque era mirar e atirar e num tinha muito controle. Agora não. Você pressiona o botão Q no teclado e Niko se protege atrás de objetos, no esquema de Gears of War ou Rainbow Six. Se você conseguir mirar pode arriscar um tiro, senão só aperta o botão para atirar que ele atira mesmo escondido. Não foram poucas vezes em que tinha 2 inimigos vindo para cima de mim e eu escondido atirei com a 12 mesmo sem mirar e derrubei os 2. Fora que agora se você atira na perna do meliante ele põe a mão na perna e cai no chão, se atira na mão ele solta a arma, o que faz muito mais sentido. O áudio das armas também impressiona é um show a parte.https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/01/gtaiv-2009-01-07-02-01-09-50.jpg

Os veículos também ficaram muito bons, mas eu não consegui acostumar com a direção, parece que os carros não viram e o chão tem sabonete. Puxar o freio de mão = derrapar e entrar na parede. Mentira, não é tanto assim, mas irrita um pouco.

Agora vamos falar do forte do jogo. As missões. De longe esse GTA foi o que conseguiu criar a história mais louca e no estilo Snatch (filme muito bom se não viu desligue o computador e vá ver agora!) e criou uma imersão fantástica. Tem lance que eu achei foda, o celular. Você tem um celular e é por meio dele que recebe ligações e faz ligações para começar missões. Fora isso ele é usado durante as missões, um exemplo é uma em que você deve tirar foto com o celular de uns capangas enviar para o um traficante para que ele te ligue e indique qual deles você tem de matar. Muito loco! Isso faz a história ficar mais verossímil. Fora isso a história é envolvente e você se sente um capanga mesmo. Fora que o lance de você ser um ex-militar da um ar de “eu sou o rambo”. Ou seja, as pessoas respeitam isso e ao longo das missões você vai sendo respeitado e https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/01/gtaiv-2009-01-07-01-57-11-00.jpgtemido nas ruas. Fora isso você usa a internet também para se comunicar com contratantes e para executar missões. Por exemplo, em uma missão você tem que matar um advogado, assim você vai na internet e registra seu currículo no site. Quando te chamam para a entrevista você tem que ir de terno e quando tiver chance. Mete bala no cara.

Concluindo, o jogo tem falhas irritantes, mas não é por isso que ele não é divertido. Se você tiver chance de jogar, vale muito a pena. Tem que ter 13GB livres no PC (absurdo não?,). Mas não espere o jogo mais bonito do mundo, porque você vai se desiludir.

Assim deixo minha nota JOGO (9,5) – BUG (1,5) = 8.

https://heavygamesociety.files.wordpress.com/2009/01/gta.png

Hands On: Fallout 3

https://i1.wp.com/img210.imageshack.us/img210/3605/handonaf5.jpg

Fallout 3 cover art.PNG

Bom pessoal esse é o primeiro Hands On aqui do HGS, e eu não vou ficar analisando os jogos de acordo com critérios como gráficos, jogabilidade, audio etc. Porque não tenho saco nem de escrever e nem de ler essas análises. Farei mais como uma descrição, como se você perguntasse para um amigo “e ae o que achou de tal jogo?”  e a resposta é o que eu vou escrever aqui.

O jogo aqui em questão é o Fallout 3, ouvi falar muito bem do jogo e assim fui dar uma checada para ver o que achava.

https://i1.wp.com/img389.imageshack.us/img389/5259/fallout3200812270246191fk8.jpg

O jogo é focado em uma estrutura RPG, ou seja você entra realmente em outro mundo e molda seu personagem ao longo do jogo. Esse mundo virtual é a parte mais interessante do game. Você nasce em um mundo pós apocaliptico, a sociedade passou por diversas guerras e está tudo destruído.  A radiação tomou conta de tudo fazendo com que novas raças aparecessem como os Super Mutantes (que vão dar muita dor de cabeça para você).  Bom a história é bem interessante e faz com que você continue jogando para ver o que vai acontecer. Você nasce no Vault 101 -“onde ninguém entre e ninguém sai”, um dos abrigos subterrâneos que ficam pessoas que não têm contato com o mundo porém ficam protegidas. E você cresce nesse “mundinho cor de rosa” tudo vai bem até que um belo dia seu pai saiu do abrigo e as pessoas que antes eram suas amigas querem te matar!!! Dai você não tem escolha e foge do Vault 101. É ai que a aventura começa. Eu não vou prolongar na história para não estragar a jogatina de quem quiser experimentar o game.

https://i2.wp.com/img525.imageshack.us/img525/6415/fallout3200812270234471yu7.jpg

Sistema VAC, um dos pontos mais legais do jogo

Mas agora falando do jogo mesmo ele apresenta pontos positivos como os combates quem tem o sistema VAC que nada mais é do que uma batalha em “turnos”. Mas como funciona? É fácil, você aperta a tecla V dai tudo para, e cada parte do corpo do oponente tem uma porcentagem que corresponde a chance que você tem de acertar o bicho. É legal porque acontece tudo em uma camera meio que slow motion.https://i1.wp.com/img357.imageshack.us/img357/229/fallout3200812270234522gv6.jpg

O mundo é muito vivo e você faz o que quiser, mas o que quiser mesmo! E como você progride impacta diretamente sobre o mundo em sua volta. Ta eu sei que todas produtoras falam isso de seus jogos, mas nesse é realmente verdade. Peguemos como exemplo uma quest no começo do game. Você chega em uma cidade chamada Megaton que tem uma bomba atomica que não explodiu em seu centro. Você pode tentar desarmar a bomba, ou fazer um trabalhinho sujo e explodir a bomba matando todo mundo e tirando a cidade do mapa para ganhar uns trocados. Isso que achei sensacional! E todas suas ações impactam no seu karma, que com o passar do tempo faz você ser bom ou ruim. Outro ponto é que o clima do jogo é muito real, as pessoas tem personalidades diferentes e voc6e têm que persoadir elas para conseguir o que quer. E em um cenário pós apocaliptico todos são desconfiados e egoístas, a raça humana mudou (ou não né), não espere achar pessoas legais com você.

https://i2.wp.com/img205.imageshack.us/img205/2073/fallout3200812270243104hk4.jpg

Como todo RPG tudo aqui é customizavel, ao evoluir seu personagem você escolhe como quer evoluir e quais características, assim pode acabar virando o Rambo ou sendo um ladrão de primeira ou um cientista, qualquer coisa. Em relação as armas espere armas normais como metralhadores, facas e lançamisseis. Mas há também pistolas de lazer e outro apetrechos. A munição sempre fica no limite voc6e tem que controlar muito o uso das armas para não ficar na faquinha.

https://i1.wp.com/img210.imageshack.us/img210/5122/fallout3200812300233434hr4.jpg

Agora o ponto negativo  da história é que o jogo é um pouco repetitivo. É mais ou menos assim, você chega em lugar e o cara fala, para você ter essa informação você precisa fazer tal quest. Ok, e lá vamos nós, o objetivo fica marcado no mapa. Mas dai não adianta seguir o mapa ao extremo pois os escombros das cidades não deixam o personagem passar, e você fica tentando achar rotas alternativas para acessar o local. E no meio disso tem diversos combates, o que é legal, mas enche depois da quina tentativa de chegar no lugar.

https://i1.wp.com/img243.imageshack.us/img243/4262/fallout3200812300233237df1.jpg

E nesse ponto que Fallout 3 peca, porque é sempre a mesma coisa. Esse é o tipo da coisa que faz você falar, poatz não é por aqui que chega lá, a então depois eu tento de novo…e sai do jogo.

Mas no geral vale a pena jogar, os gráficos são muito bons e a história digna de um filme de ficção, fora aquele toque de cultura dos anos 60, e as músicas que ficam tocando nas rádios (sim têm rádios paravocê escutar, e ainda missões ligadas a elas) que dão um toque a mais. Se você não gosta de gastar tempo jogando passe longe do Fallout3. Assim deixo minha nota:

https://i0.wp.com/img72.imageshack.us/img72/7016/fallout3ox6.jpghttps://i1.wp.com/img509.imageshack.us/img509/8594/notaht4.jpg